Degustação

Degustação #006 – Old Rasputin

oldrasputin_northcoast_quenaofaltemalte

O estilo Russian Imperial Stout foi desenvolvido por cervejeiros ingleses no século XVIII para atender a uma demanda real de Catarina a Grande, monarca russa que após visitar Londres ficou encantada com as saborosas Stouts. Para aguentar as longas viagens marítimas intactas – em uma época que a refrigeração artificial ainda não havia sido inventada – estas cervejas foram ‘reforçadas’ com um maior teor alcóolico e volume de lúpulo, ambos conservantes naturais.

Considerada uma referência no estilo, a Old Rasputin apresenta uma impressionante classificação em dois dos mais importantes e respeitados sites de avaliações cervejeiras que existem: 96/100 no Beer Advocate e 100/100 no Rate Beer. Um feito para poucos.

O sujeito barbudo que estampa este belo rótulo é Grigori Rasputin (1869-1916), um monge russo que ficou conhecido por suas previsões místicas e grande influência política no período czarista. De fato, toda a complexidade e peculiaridade da figura de Grigori parecem casar perfeitamente com a proposta desta cerveja.

translation_quenaofaltemalte_rasputin

As possíveis traduções da frase em russo no rótulo são: ‘uma pessoa não se torna um amigo íntimo rapidamente’ ou ‘leva tempo para cultivar uma amizade de verdade’.

Ao ser servida ela apresenta uma lindíssima aparência com coloração negra opaca além de uma espuma firme, cremosa de tom castanho. O aroma é rico e complexo trazendo uma deliciosa mistura de malte tostado, lembrando chocolate amargo e cacau, um leve frutado, castanhas portuguesas assadas e um pouco de álcool.

No sabor, seu corpo elevado preenche a boca com o cacau e um amargor intenso e balanceado de tosta e lúpulo. O final é seco com uma sensação duradoura da tosta, do frutado e do aquecimento pelo álcool (muito bem inserido no contexto da cerveja).

O ideal é que a Old Rasputin seja apreciada a temperaturas mais elevadas (cerca de 12C). No entanto, não se prenda a regras e experimente aquecer lentamente o copo com a palma das mãos enquanto degusta: o aromas irão lentamente se transformar, deixando a breja cada vez mais interessante.

Teste também harmonizações com chocolates amargos (fuja dos industriais lotados de açúcar) e outras sobremesas ricas a base de chocolate. Outra opção interessante sugerida pelo produtor é mergulhar uma bola de sorvete de creme no copo (isso mesmo, uma ‘vaca atolada’ com Rasputin!).

Rasputin-floatVisite a Fan Page oficial da Old Rasputin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s